Tomb Raider: A Origem | Peruca, efeitos práticos e uma dose de conservadorismo: o que vimos no set do filme

A data é maio de 2017 e o dia é o mais britânico possível. Faz frio nos arredores da Wilton House, em Salisbury, no Reino Unido. O céu está cinza e uma leve chuva rega o verde que cerca a antiga mansão que já serviu como locação de The Crown e agora abriga a equipe responsável por Tomb Raider: A Origem, a mais nova adaptação para o cinema das aventuras de Lara Croft.
Repleta de obras de arte como esculturas e quadros – dos quais se destacam as obras do pintor renascentista Rafael -, a Wilton House parece parte da realeza. A casa será usada para represent… Leia a notícia completa

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!